• Beto Tupinambá

Pare de adiar seu sucesso e empreenda!

Atualizado: Jun 24


Uma pesquisa publicada recentemente pelo jornal Extra apontou que 77% dos brasileiros sonham em mandar aquele abraço para o patrão e abrir o seu próprio negócio. Mas, em tempos de pandemia, aprendemos da pior forma possível que empreender envolve muitas variáveis, algumas delas imprevisíveis.

Quem contaria, por exemplo, que um vírus obrigaria o planeta inteiro a mudar radicalmente suas rotinas?

Além das milhares de mortes que o Brasil chora todos os dias, temos uma conjuntura em que os governos não concordam entre si e não agem em conjunto, algumas vezes inclusive em desacordo com protocolos médicos internacionais. Continuamos citando o momento atual como um exemplo, apenas com a intenção de demonstrar que um momento de incerteza como este é encarado por muitas pessoas como algo congelante, uma situação em que nada pode ser feito. Mas basta olhar para seus próprios hábitos agora para perceber que isto não é verdade: neste "novo normal", você pede comida, bebidas, remédios e produtos pela internet ou telefone, mas também tem a opção de ir ao supermercado ou à farmácia, sempre com sua máscara de proteção contra o covid-19, e observando a distância de pelo menos 1 metro de outras pessoas, lavar as mãos ou usar álcool gel periodicamente. Como se pode notar, muitos mercados, como o de alimentação, estão a todo vapor! Isto significa que as fábricas e o agronegócio, mesmo antes desta reabertura proposta pelos governos e prefeituras em todo Brasil, continuaram produzindo. Supermercados (mas também os pequenos mercados, mercearias e padarias) continuam funcionando e pequenos restaurantes continuam vendendo seus pratos através de aplicativos de comida!


De cara, é fácil notar que uma das armas do empreendedor de sucesso é a informação. Por isso, estreamos nosso Blog com estas super dicas para você parar de adiar seus próprios sonhos!


1. Antes de começar, organize-se. Tudo que a gente quer fazer bem feito, a gente sempre planeja. É assim com o futebol do fim de semana, com aquela festa surpresa que a gente ajudou a fazer ou até com o almoço com a família. Começamos a pensar em tudo que vamos precisar, onde comprar, onde tem melhores preços, como baratear o frete ou entrega. Essa é a hora que começamos a pesquisar por melhores condições, e já fazemos uma agenda mental, em que alinhamos tudo que vamos precisar fazer a cada dia, até a conclusão do projeto. Se tudo o que você leu até aqui é familiar, está na hora de parar e organizar estas ideias. 2. Faça uma pesquisa detalhada sobre o seu mercado

Muitas vezes escolhemos o mercado em que vamos trabalhar pelos motivos errados. Antes de mais nada, é preciso conhecer bem o tamanho do mercado, a concorrência, quem são os Top 10 na região, quais são as boas práticas já consolidadas no mercado, a sazonalidade do negócio (que é a variação no volume de vendas de acordo com a época do ano) e aprender com a experiência de quem já está lá, fazendo exatamente - ou algo parecido com - aquilo que você pretende fazer. Quando se decidir, não importa o setor em que você resolver empreender, é fundamental entender como funciona o mercado em que você vai atuar. 


Como destacar sua marca em meio a tantas outras já consolidadas naquele mercado? Qual o diferencial da sua marca, do seu produto e/ou serviço? Enquanto não responder a esta pergunta, você não tem um bom modelo de negócio.

Lembre-se: dependendo das características do seu modelo de negócio, este plano talvez precise ser adiado para um momento em que a pandemia esteja sob controle.

3. Crie um bom planejamento

Um planejamento claro, objetivo e realista já é um primeiro grande passo!

 

Se sua ideia é vender produtos ou serviços online, você precisa começar definindo cada detalhe para a criação do seu e-commerce, quem será o profissional responsável por sua gestão e quais serão todos os custos envolvidos para você realizar uma venda. Se o seu negócio é venda de produtos, talvez seja importante considerar as condições de armazenagem, por exemplo.

Para alguns empreendedores, o 'self-storage' (serviço que oferece boxes individuais sob medida para armazenamento de seus produtos) pode ser uma boa ideia.

4. Atenção à programação financeira

Não tem ideia de quanto vai gastar para começar seu novo negócio?

Todo projeto, não importa o tamanho dele, tem sempre um custo. Por isso, a empresa precisa contar elaborar uma agenda detalhada contendo os possíveis gastos previstos para curto, médio e longo prazo é questão de vida ou morte para gestores de negócios economicamente sustentáveis, e a partir daí acompanhar esta agenda financeira fazendo ajustes periodicamente, sempre buscando maior lucratividade e menores custos.

Na fase do planejamento você já é capaz de definir se o negócio é viável ou não.


5. Invista em comunicação para que seu negócio seja reconhecido pelos clientes

Para diferenciar sua marca no mercado, não basta prestar ótimos serviços.

Sua marca precisa identificar seu negócio dentro de um determinado setor da economia. Ela se consolida não apenas porque sua empresa tem bons produtos e um atendimento diferenciado, mas sim porque toda vez que um consumidor interage com sua marca, consolida ainda mais seu negócio como referência no seu setor de atuação. Assim fazem os líderes de seus mercados em todo o planeta.

A boa notícia é que a mídia, que já foi comandada por poucos grupos de comunicação, hoje divide espaço com a internet e, com ela, as mídias sociais como Facebook, Twitter, Instagram, Linkedin, WhatsApp, Google, entre outras, abriram o diálogo entre empresas e consumidores do mundo inteiro, mas também com os consumidores aí do seu bairro.

Serviços como gestão de redes sociais e anúncios na internet permitiram que pequenos anunciantes possam se consolidar em suas regiões e concorrer com grandes redes.

Na gestão estratégia de marketing, o princípio básico é tornar sua empresa conhecida e reconhecida por seus clientes.



6. Comece suas atividades

Seguindo seu planejamento estratégico e de acordo com sua agenda financeira, ponha em prática seu modelo de negócio e inicie suas atividades.

Espera-se que a sua pesquisa de mercado tenha lhe trazido as respostas que precisava e lhe ajudado a definir as melhores estratégias a seguir. Esta é a hora que colocar seus planejamentos à prova, e também de fazer os ajustes necessários em caso de eventuais mudanças. Com o produto ou serviço que seus consumidores querem, um bom site e canais nas mídias sociais no ar, informações claras para o cliente, seu negócio já tem tudo para dar certo!

Mas lembre-se de prestar atenção e dedicar seu tempo para cada detalhe, ou todo seu esforço - e com ele seus sonhos - vai por água abaixo.

Dentre os 77% de brasileiros que gostariam de abrir seu próprio negócio, muitos acabam desistindo antes mesmo de refletir sobre sua ideia. Esperamos que, após esta leitura, você não seja mais um deles. Desejamos todo sucesso do mundo para seu negócio!